.

.

Vai para a Página principal

Nossa Fundadora

                                         

                                            As quatro pioneiras, que depois de deixarem  sua Pátria, a Croácia, chegaram ao Brasil no dia 07 de dezembro de 1985.  São elas :

                                                          Ir. M. Vendelina do Imaculado Coração de Maria

                                                          Ir. M. Andréia da Santa Cruz

                                                          Ir. Maria Carmela do Menino Jesus.

                                                          Ir. M. Celestina da Santíssima Trindade

                                            O grande fervor de Madre Maria Teresa pela missão a fazia desejar chegar a todos os países, até os mais longínquos e até mesmo a fez expressar durante a visão que teve sobre a finalidade da Congregação: “ Não morrerei até que as Servas do divino Coração estejam espalhadas pelo mundo todo”.    “Também se pode ler em suas cartas, que ela desejou ir pessoalmente à China, Japão, Índia, Rússia, Brasil...

                                            Nesses países acima mencionados a Madre não chegou a  ir pessoalmente, porém suas filhas continuam a conquistá-los, ainda que aos poucos, o último deles onde as Carmelitas do Divino Coração de Jesus se instalaram neste início de século é a Rússia, 2005. Ali as Irmãs contribuem para reavivar as chamas da fé, que os longos anos de comunismo tentaram apagar, mas que como brasas sob as cinzas continuam a arder.

                                            O Brasil era sua próxima meta já em 1906, quando ela preparava duas de suas filhas para a tencionada missão. No entanto ainda não era a tempo de Deus, pois como alguém já disse: “Deus tem seus caminhos, seu tempo e  sua hora”. Assim, Ir. Cecília e Ir. Engelberta, que estavam ainda no Noviciado em Rocca di papa e já se preparavam para partir para o Brasil, inclusive estudando o “difícil Idioma Português”, ao invés de partirem para a missão no Brasil, elas partiram para a eternidade, e a partir de então, certamente são as principais intercessoras diante de Deus por essa Obra no Brasil.

                                            Em 07 de dezembro de 1985, setenta e nove anos depois, o sonho se tornava realidade. Chegaram não apenas duas, mas sim quatro missionárias vindas da Croácia, e depois de alguns anos, Ir. Benedita se ajuntaria a elas, completando assim um grupo de cinco Irmãs, que com seu zelo missionário dariam continuidade a esse projeto de madre Maria Teresa. Isto é, plantar o Carmelo DCJ na terra de santa Cruz. Aqui, sob as bênçãos de Deus, atuam com tão grande êxito, que além das cinco fundações existentes em três estados brasileiros, o Carmelo DCJ já pode contribuir para a missão em outras terras como Holanda, África, Croácia e Islândia.

                                            Em uma de suas cartas a Madre Maria Teresa diz: “ As principais casas da Congregação estarão na América (EUA) e no Brasil”. Confiando nessa profecia podemos esperar aqui um futuro ainda mais promissor para o Carmelo DCJ, e com isso uma grande colheita de almas para o Reino de Deus. Realizando assim o grande desejo que animava toda a vida de nossa querida Fundadora.

 
 
 

Ir para a Página Principal